Um dos pilares de um processo de aprendizagem significativo é o vínculo afetivo estabelecido entre aluna(o) e educadora. Por isso, incentivamos que os alunos permaneçam com a mesma educadora por mais tempo. Por motivos maiores, como mudança de horário de aula, indisponibilidade de horário da educadora ou reorganização de agenda, é necessário realizar a troca de educadora de um determinado aluno, o que, apesar do vínculo estabelecido com a educadora antiga, pode revelar ser benéfico para o aluno.

Todas as nossas educadoras passam por um processo de treinamento, portanto, todas são capacitadas para aplicar a metodologia e as técnicas de linguagem durante as aulas. Realizamos reuniões individuais e de feedback constantes com todas elas, além do processo de formação continuada, portanto, todas as nossas educadoras estão em constante processo de aperfeiçoamento de suas técnicas de ensino. 

Ao entrar em contato com outra educadora, o aluno também entra em contato com outro sotaque, aspecto muito importante no processo de aprendizagem de uma segunda língua. Acostumar-se com o sotaque de uma outra educadora pode abrir caminho para o aluno compreender melhor o sotaque de falantes nativos da língua, seja durante viagens ao exterior ou durante atividades de compreensão auditiva realizadas em aula.

Ter contato com uma nova educadora significa ter contato com outra personalidade, consequentemente, outra dinâmica de aula, o que pode aumentar o interesse dos nossos alunos. Cada educadora traz consigo várias maneiras criativas de utilizar os jogos disponíveis no nosso acervo, além de várias ideias de projetos e sequências didáticas. 

A troca de educadora, afinal, pode ser um processo saudável e benéfico, não só para o crescimento pessoal dos nossos alunos, mas também para o processo de aprendizagem.

Leave a Reply